Aconselhamento em finanças

Este grupo foi formado para aconselhamento e assistência aos jovens, casais jovens e maduros, aos sós, idosos, famílias e ou outros. Ele também foi liderado por um jovem casal, que trata de suas finanças de forma adequada para um casal jovem. Um deles, por sua vez, vivenciou em casa quando solteiro, uma grave crise financeira e aprendeu a administrar desde então sua própria vida financeira, sempre com cuidado e responsabilidade. Por motivo de mudança de país desse jovem casal, hoje o grupo é liderado por pessoas com muito conhecimento na área de finanças.

Este trabalho foi iniciado na primeira semana de fevereiro de 2012.

  1. CONCEITO                         

Hoje, devido às facilidades de um mundo globalizado e uma sociedade consumista, muitas pessoas atendem ao apelo de um marketing acirrado e acaba se endividando. Este mal não escolhe credo, cor ou raça. Ele atinge a todo aquele que não sabe lidar adequadamente com suas finanças e muitas vezes, acaba com seu nome no Serasa, sendo tolhido seu crédito no comércio. Por outro lado, muitas famílias que sofrem esta desestruturação financeira, chegam a uma separação tempestuosa e desgastante, gerando filhos enfermos emocionalmente e revoltados.

A administração financeira na vida das pessoas deveria ser algo a ser levado com muita responsabilidade e compromisso, mas, nem sempre é isto que acontece.

“O correto exercício da mordomia inclui um bom planejamento financeiro. Para sermos mordomos eficientes devemos crer que o dinheiro que estamos gerenciando pertence à outra pessoa: Deus. (...) Deus confiou certos recursos nas mãos de cada um de nós. O dinheiro é algo que Deus usa para testar nossa capacidade de lidar adequadamente com as outras dádivas que ele quer nos dar.” Trecho de estudo retirado da Bíblia da Mulher.

De que serviria o dinheiro na mão do insensato para comprar a sabedoria visto que não tem entendimento?”. (Pv 17.16)